As barreiras para a automação de processos (RPA) do setor de RH

As barreiras para a automação de processos (RPA) do setor de RH

RPA para processos de RH

O setor de RH no Brasil ainda registra baixo nível de digitalização. A automação de processos (RPA) de tarefas repetidas para o RH ainda não é realidade na maioria das empresas, ou seja, muito tempo é ainda desperdiçado com tarefas mecânicas ou manuais, como planilhas gigantescas, que são importantes para a operação deste setor, entretanto, não são estratégicas para melhorar a experiência dos colaboradores.

Segundo estudos como o Robotic Process Automation for HR and Payroll, da consultoria Ernst & Young revelam que os processos realizados pelo RH ao serem automatizados através de softwares robôs (RPA), por exemplo, podem ser otimizados em até 65% e reduzir custos entre 50% e 70%.

As barreiras que impedem a automação de processos (RPA) para o setor RH

Uma das grandes barreiras para essa automação mencionada pelos gestores de RH é que este setor, diferente de outras áreas da empresa, não possui budget para digitalização, ou seja, geralmente seu orçamento é para a promoção de ações voltadas a toda empresa ou para áreas específicas, as quais o budget é assumido por elas.

Além disso, por desconhecimento receiam que a aquisição de um software seja algo muito custosa, principalmente se necessitar da contratação de soluções customizadas, devido as particularidades de seus processos, entretanto, nem sempre foi consultado uma empresa de desenvolvimento de software para avaliar o investimento real desta digitalização do setor.

Assim, os executivos ou o alto nível da empresa têm que validar a importância em se investir na automação de processos de RH para ganharem em produtividade, agilidade e os funcionários desta área estarem em atividades estratégicas que melhorem a experiência dos colaboradores, uma das principais responsabilidades hoje do setor de RH.

Algumas empresas se destacam pela digitalizados de seus processos de RH, como é o caso da Bayer. O processo de recrutamento e seleção é automático, resumidamente, um software faz o cruzamento de dados dos requisitos da vaga com os dados dos candidatos no banco de talentos, seleciona os mais aderentes a vaga, disparado o e-mail de convite para a entrevista, faz o agendamento e, vai muito além, até a solicitação de documentação para a contratação. Um exemplo prático que demonstra quanto tempo é economizado no processo de contratação de um novo colaborador.

A automação através da tecnologia de RPA pode ser realizada em variados processos como o uso de uma plataforma para realizar pesquisa de Clima Organizacional, ferramentas digitais para a gestão de benefício ou na gestão de processos na área de Departamento Pessoal.  

Muitas possibilidades são vistas para aplicação da tecnologia no setor de recursos humanos, que estrategicamente se torna mais eficiente em proporcionar uma experiência mais positiva para o colaborador e isso afeta os resultados da empresa, pois principalmente contribui para a retenção de mão de obra. Certamente nos próximos anos a tecnologia vai estar bem mais difundida neste setor e quem sair na frente terá resultados mais rápidos.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Share This
× Fale conosco!